Cree en grande.
CONMEBOL

Peñarol bate Sporting Cristal 3-1

Peñarol bate Sporting Cristal 3-1

Com contundência, o uruguaio Peñarol venceu o vigente campeão peruano, Sporting Cristal, por 3-1 no jogo de ida das quartas de final da CONMEBOL Sudamericana, disputado nesta quarta-feira no estádio Nacional de Lima, e deu um grande passo às semifinais do torneio.

Os gols do time 'aurinegro' foram anotados por Agustín Álvarez aos 8 minutos, Facundo Torres aos 19' e Walter Gargano aos 90+5'. Cristal descontou com gol do chileno Omar Merlo aos 90'.

O time dirigido por Mauricio Larriera, com futebol superior no primeiro tempo, conseguiu uma importante vitória contra um rival peruano que só acordou no templo complementar.

O duelo de volta será disputado com público no dia 18 de agosto, no estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu.

O vencedor da chave confrontará nas semifinais o vencedor da série entre Liga de Quito e Athlético Paranaense.

-Números do jogo-

  • Peñarol aumenta a 7 jogos seu invicto contra Sporting Cristal em competições CONMEBOL. Foi a primeira vitória na CONMEBOL Sudamericana, o resto foi na CONMEBOL Libertadores. O histórico é de duas vitórias uruguaias e 5 empates.
  • Em 3 das últimas 4 vezes que Sporting Cristal não venceu o jogo de ida das quartas de final em competições CONMEBOL, foi eliminado. Seu único 'comeback' foi em 1997 na CONMEBOL Libertadores, quando foi derrotado na ida pelo Bolívar 1-2, porém conseguiu virar e classificar para as semifinais.
  • Peñarol conseguiu sua segunda vitória consecutiva como visitante na CONMEBOL Sudamericana. Não chegava a 2 triunfos fora de casa na competição desde agosto – setembro de 2014.
  • Agustín Álvarez Martínez, do Peñarol, é o atual líder de gols da CONMEBOL Sudamericana. Marcou 9 em 11 encontros (0.8 gols por jogo). Anotou um gol em seu único desparo na partida, e foi líder do encontros quanto a duelos aéreos totais (17). O atacante de 20 anos não tinha anotado gols em competições CONMEBOL até a temporada atual.
  • Peñarol marcou 3 gols em 3 chutes a gol. É a primeira vez desde 2013 que não tem uma eficácia de 100% de chutes a gol na CONMEBOL Sudamericana.   

 

 

 

 

AFP/CONMEBOL.com